Saúde

Contra o coronavirus: Secretarias de Saúde definem estratégias de vacinação para profissionais da segurança pública e Forças Armadas

Início da vacinação desses profissionais vai depender do repasse das doses específicas pelo Governo do Estado

Por Jamile Carvalho

06/04/2021

Em reunião ocorrida na manhã desta terça-feira, 6, foi definida a inclusão dos profissionais de segurança pública, além de membros das Forças Armadas, nos grupos prioritários para vacinação contra a covid-19, tanto pelos municípios quanto pelo Estado. O início da imunização desses profissionais, no entanto, vai depender do repasse das doses específicas pelo Governo do Estado, além da entrega da relação nominal dos trabalhadores de cada instituição para o município.

O início da imunização desses profissionais, no entanto, vai depender do repasse das doses específicas pelo Governo do Estado, além da entrega da relação nominal dos trabalhadores de cada instituição para o município.

A reunião contou com o secretário de Saúde de Boa Vista, Cláudio Galvão, além do secretário adjunto da Saúde do Estado, Alexandre Salomão e de representantes de órgãos como Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Transito (SMST), Exército Brasileiro, Aeronáutica, Policia Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Policia Rodoviária Federal.

“Assim que recebermos a relação com quantitativo dos trabalhadores, seguindo a ordem de prioridade do Ministério da Saúde, vamos definir as datas e locais da imunização. O Ministério destinou para esse grupo apenas 6% de doses, quantidade bem inferior ao número desses trabalhadores estimado, mas o município e estado ampliaram esse número para 20%, para atender mais trabalhadores”, destaca o superintendente municipal de Vigilância em Saúde, Francinete Rodrigues.

A ação deve ocorrer de forma escalonada e proporcional direcionada exclusivamente para um grupo ordenado por prioridades para os trabalhadores envolvidos, nas seguintes atividades:

- No atendimento e/ou transporte de pacientes;

- No atendimento de resgate e atendimento pré-hospitalar;

- Diretamente nas ações de vacinação contra a Covid-19;

- Nas ações de vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público, independente da categoria.

Os demais profissionais de segurança pública e Forças Armadas que não se enquadrarem nessas atividades serão vacinados atendendo o andamento da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, segundo o ordenamento descrito no Plano Nacional de Operacionalização (PNO) do Ministério da Saúde.

Aquisição de vacinas – O município de Boa Vista está empenhado na aquisição de vacinas por meio do Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (CONECTAR), liderado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), com o objetivo de aumentar a capacidade de imunização da população da capital, garantindo que toda a população seja vacinada no mais curto período de tempo.

Grupo de pessoas 60+ O município começou nesta terça-feira, 6, a vacinação do grupo de pessoas com mais de 60 anos. Essas pessoas devem procurar um dos cinco pontos de vacinação espalhados pela cidade, em sistema drive-thru . Aquelas pessoas que fazem parte de grupos anteriores e que ainda não receberam a vacina também podem procurar os locais.

Pontos de vacinação no horário das 8h30 às 17h, sem intervalo e ainda no sábado:

Terminal de Ônibus Luiz Canuto Chaves – Centro

Quadra do CRAS - Parque Germano Sampaio - Pintolândia

Quadra Poliesportiva, Edécio Marques de Sousa – Praça Cidade Satélite

Centro Universitário Estácio da Amazônia - União

Roraima Garden Shopping – Caçari